Entrevista de Steve Jobs em 1990 (em inglês)

Todos devemos aprender com essa grande mente, sua clareza de pensamento pode ensinar muito. Para Jobs o computador era como um bicicleta para a mente, aumenta a eficiência e permite atingir outros patamares de trabalho.

Steve Jobs uma pessoa inteligente e carismática

Steve Jobs, uma pessoa inteligente e carismática

Na entrevista começa falando das três demandas que impulsionaram as vendas de computadores, a primeira foi a invenção da planilha eletrônica em 1977, na época, o criador achou que tinha inventado um tipo de calculadora visual, e o software então foi nomeado de VisiCalc, com o concorrente para PC chamado Lotus 1-2-3. A criação da planilha eletrônica revolucionou o mercado financeiro e impulsionou a venda de computadores.

A segunda revolução foi no mercado gráfico, permitindo que a edição e publicação de imagens, gráficos e impressos fosse facilitada. A terceira revolução estava em curso na época da entrevista, mudar a organização ou localização de uma empresa é algo muito demorado, mas a organização virtual poderia ser mudada num estalar de dedos, graças as conexões em rede de computadores os projetos podiam surgir e desaparecer rapidamente, a terceira revolução era então na comunicação entre humanos e grupos de trabalho.

Durante a entrevista também é possível perceber seu carisma e seu jeito dominador, o próprio entrevistador começa a perder a segurança e sutilmente se percebe uma mudança no seu tom de voz, como se ele evitasse aborrecer Jobs, que faz algumas perguntas sobre o propósito de tal pergunta, chegando até mesmo a se recusar a responder algumas vezes, em alguns momentos mostra até impaciência, o que deixa o repórter nervoso, folhando páginas em busca de alguma pergunta boa, que pudesse agradar Jobs, o que faz com que ele passa para uma situação de dominação, mostrando uma personalidade difícil, que seus funcionários e pessoas próximas sempre apontaram.

Para Jobs, as pessoas que trabalham na Apple são artistas, que seriam poetas e pintores em outras épocas. Ele fica visivelmente incomodado quando é questionado sobre a interface gráfica, a grande sensação do momento, o entrevistador queria saber para onde essa tecnologia iria, qual o estágio de evolução. Jobs na verdade roubou a ideia da XEROX, ele não saberia dizer para onde iria e nem como foi criada, ele apenas responde que era uma coisa que surgiria naturalmente, como a transmissão automática em carros.

Para Jobs computadores pessoais são como carros, antes as pessoas precisavam se deslocar de trem e com o automóvel passaram a ter liberdade, assim como computadores pessoais, poderia se fazer o que quisesse sem precisar de outras pessoais. Ele acredita que com as redes de computadores era possível que as pessoas se aproximassem e então ter o benefício de carros e trens.

No final do vídeo ele fala sobre o mercado de computadores, diz no começo era tudo mais fácil, existia um grupo de hobbistas que se encontravam, você mostrava seu produto, fazia algumas melhorias e depois de meses apresentava novamente, mas o mercado foi ficado mais sofisticado e difícil fazer isso. Pesquisas de mercado podem dizer o que os clientes querem, pegar opinião sobre produtos que já existem, mas o problema é que é muito difícil os consumidores preverem o que eles ainda não sabem o que querem, nenhum pesquisa de mercado poderia ter levado a criação do Macintosh ou do computador pessoal. Existe os saltos tecnológicos não incrementais que são feitos e então a pesquisa de mercado pode ajudar a saber se você está no caminho certo.

Essa entrevista é uma grande oportunidade para empreendedores aprenderem um pouco mais sobre como funcionava a mente desse homem brilhante e entender sua personalidade dominadora. Todos que trabalham na área da computação ou que gostam do tema vão saber apreciar esse vídeo. Segue abaixo alguns vídeos relacionados que também são muito interessantes e se você tiver tempo assista.

https://www.youtube.com/watch?v=2nMD6sjAe8I

About Francisco Mat

Sou utilizador do WordPress em meus sites e entendo as necessidades dos meus clientes de uma maneira diferenciada, a utilização como usuário final, somada a minha experiência como programador e formação como administrador (UNESP-Araraquara 2010), com passagens pelos cursos de Análise e Desenvolvimento de Sistemas (FATEC-SP, 2013) e mestrado em Administração FEA/USP (2014-2016) me faz encontrar soluções diversificadas e utilizações criativas do WordPress.
This entry was posted in br.f5sites.com, br.franciscomat.com, Notícias e Curiosidade TI. Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *